NPD analisa Mercado Norte-Americano

Na última semana, encontramos um artigo, originalmente publicado na NPD, sobre análises de números a cerca dos sistemas e jogos eletrônicos. Não vou fazer um textão bem analítico, só vou salientar algumas coisas interessantes.

Para quem quiser ver o artigo original, em inglês, está online via Gamasutra.

"De 2005 a 2008, a indústria de videogames dos EUA presenciou um crescimento nos investimentos. Durante aquele período o mercado para consoles e periféricos dobrou de tamanho de $10.5 bilhões para $21.4 bilhões," começa o artigo. Contudo, a NPD reporta que as vendas do ano de 2009 tiveram queda de 7,9% em relação a 2008, ficando em 19.66 bilhões.

Claro, já de principio muita coisa pode ser dita sobre o turbulento ano de 2009 para todo o mercado financeiro. Para se ter uma noção do impacto, a Sony perdeu $1.3 bilhões só nos Estados Unidos, mesmo com o crescimento de vendas de jogos e consoles Playstation 3.

Um olhar sobre a Industria

O artigo começa salientando que, comparado com o ano de 2008, em um crescimento ano a ano, somente quatro meses de 2009 obtiveram resultados positivos: Janeiro, Fevereiro, Setembro e Dezembro.

Explicando o quadro: Overall agrega o total de Hardwares (PS3, X360 e Nintendo's Wii), Softwares (Jogos) e Accesories (Periféricos em geral). Lembrando que o crescimento é estipulado comparado com o ano passado, 2008.

"Analistas como Micheal Pachter da Wedbush Securities apontam para um forte indicio de lançamentos de softwares no primeiro bimestre de 2010, sugerindo que nós devemos ver uma virada nas vendas de softwares (jogos)," diz o artigo após registrar a queda de 6,9% nas vendas. Mesmo com essa análise, a NPD ressalva que acredita que o primeiro bimestre ainda não será muito bom, tendo em vista que a maior parte dos consumidores concentrou suas compras no período de festas e que isso deve se refletir no decorrer dos meses de Janeiro e Fevereiro.

Sony perde um Bilhão

Como mostra a figura, houve queda na estimativa de lucros da indústria. Fica alarmante aqui o caso da queda da Sony, perdendo $1.3 bilhão na sua linha de sistemas Playstation. Lembrando que a Microsoft, como salienta a NPD, por ter somente o Xbox 360 como plataforma no mercado atual, ou seja, sem portáteis, tem sua segunda queda seguida.

Por incrível que possa parecer, essas quedas podem ser justificadas pelos cortes de preço nos consoles. Quando o console custa metade do que custava antes, o lucro da empresa também é reduzido. Fácil matemática alarmante para a Sony.

E, para quem está curioso, a Parcela de Mercado:

É interessante ver que, dado o tempo que o Playstation 2 já teve e que, atualmente, é uma marca com pouco investimento - apesar de ainda haverem títulos a serem lançados para o pequenino - gerou estimados $700 milhões em prejuízo para a Sony no ultimo ano.

A NPD ainda alerta para o portátil, PSP, "outros $225 milhões ou mais vieram da perda anual de 1.3 milhões nas vendas do PSP," como outro fator que contribuiu para a perda da Sony.

"Pela metade de 2010, nós deveremos saber mais se a Sony irá continuar e voltar-se a plataforma PSP, em particular para o modelo PSP Go. Nós não estaremos surpresos em ouvir de um sucessor para o PSP em 2010, especialmente se ele prover retro-compatibilidade aos softwares de primeira geração do PSP e integração à redes semelhantes aos aparelhos móveis modernos," declara finalmente o artigo.

Previsões para Consoles

Muito há que se falar no atual campo de consoles. O lançamento do PS3 Slim praticamente girou a mesa da Sony e fez novos âmbitos surgirem. A Sony vendeu, entre Outubro, Novembro e Dezembro, 2.39 milhões de unidades, mas ainda ficou atrás da Microsoft que fez 2.65 milhões. Abaixo, um quadro acompanhando todas as vendas desde 2005.

Segundo a NPD, "a pressão agora está sobre a Microsoft para que não perca o que já conquistou. Os últimos dois anos mostraram que a Sony está extremamente agressiva com seus cortes de custos e que o Playstation 3 irá, eventualmente, cair para $250 ou menos." Apesar de ser uma previsão, a política de cortes da Sony realmente vem se mostrado eficiente, diminuindo muito o custo de produção de seu console. (Blu-ray que agora é uma mídia mais aceita e possui diodos mais baratos, causando uma redução do custo estimada em US$100; Diminuição do Cell Broadband Engine, passando para 65 nm (nanômetros), causando redução do custo de aproximados US$40; Remoção do Emotion Engine, motor de processamento, reduzindo no custo US$27; Remoção de um CXD9208GP e 2 chips RDRAM, reduzindo do custo de US$5.)

Contudo, enquanto que nos consoles a preocupação é cortar custos, nos portáteis, tanto Nintendo quanto Sony lançaram seus novos modelos, custando mais caro que os anteriores. E, por incrível que as pessoas acreditem, o Nintendo DSi teve melhor participação.

o Wii supera o Xbox 360

Não se desesperem ao saber que o Nintendo Wii demonstrava estar para trás no final do ano passado se comparado os meses de Outubro e Novembro do ano de 2008. O mais interessante foi ver, em Dezembro, um aumento intenso nas vendas, superando, certamente, o prejuízo desses meses. Interessante, também, ficou sendo a nova roupagem das vendas estimadas no final do ano, sendo que a Sony anunciou ter uma estimativa de 22% de parcela nas vendas (somando as três plataformas) e os 20% da Microsoft (somente com Xbox 360), o que deixa 58% da parcela para o Nintendo e seus periféricos.

Com esse numero, acredita-se que, finalmente, o Nintendo Wii superou o número de consoles vendidos do Xbox 360. Para quem não se lembra, o console da Microsoft saiu com um ano de antecedência aos da concorrência, o que sempre lhe deu uma vantagem numérica em itens vendidos. Em números, o Xbox 360 possuía um montante de 112 milhões de unidades vendidas até Dezembro de 2009. O Nintendo Wii, agora, possui cerca de 175 milhões de consoles vendidos. Vale lembrar que isso tudo é estimativa da NPD, contudo, fica interessante ver esse cenário e pensar no potencial disso.

Por fim, um gráfico mostrando as vendas como um total, somando os consoles e os periféricos.

Vê-se uma queda nas vendas no ano de 2009, cerca de 5%. Acredita-se que com o crescimento da distribuição digital, as vendas de softwares venham a crescer nesse ano de 2010. Lembrando que, tirando o Nintendo DS Lite, todos os outros sistemas no mercado possuem sistema de compra por download.

Um olhar final sobre 2009

Acredita-se que o ano de 2010 seja um reflexo sobre o que se aprendeu em 2009. O ano passado começou com grandes expectativas, visto os inúmeros lançamentos de jogos vindos no final do ano de 2008 - o que foi um movimento suicida para algumas companhias e deve tornar um padrão de vendas mais propicio nesse novo ano. Outro fator que a NPD aponta como possível de ocorrer para o ano de 2010 vem da esperança de novos cortes de preços para os consoles. Talvez a barreira dos $150 dólares seja transposta, uma vez que a Nintendo já experimentou, lucrativamente, esses valores quando, em parceria com o Wal-mart, lançou o Nintendo Wii custando $200 com desconto de $50 com o cartão da loja.

Por fim, espera-se uma melhora no campo econômico para 2010, revertendo o quadro decrescente de 2009. Os empregos perdidos devem ser recuperados em parte e isso gerará uma nova movimentação de mercado. Abaixo, o quadro final de vendas de games nos Estados Unidos, desde 1997 até 2009.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Nuclear Core Studios © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour. Customizado por Bruna Lanzillotta.